NOSSOS BLOG'S

BLOGS: * das Xerifas - FORASTEIROS: * Tradição
Aqui, quando mortos, viveremos, quando mudos, falaremos.

domingo, novembro 03, 2013

Cardeais, Bispos, Diàconos e coroinhas.. no Forasteiro?

No ano de 2006, portanto já com 9 anos de existência o Forasteiros começou a mudar levemente suas diretrizes passando de um time de futebol que jogava duas vezes por semana e nas sextas para um grupo social que gostava de estar reunido, mesmo sem jogar, já fazíamos  um churrasco, mas com pequena participação ( 8 ou 9 em média).
Cardeal emérito
Cardeal emérito


As decisões as vezes era por votação, todos, outras nem tanto, isso gerava descontentamentos eventuais da minoria que não tinha seus anseios atendidos, até amigo secreto gerava discussão (quem participava e se teria). Então os mais antigos, os fundadores foram nomeados Cardeais que ouviriam nas conversas do dia a dia as vontades de todos e junto com seus próprios pensamentos decidiriam, foi meio autoritário, mas foi bom porque se teve uma noção de hierarquia que facilita as tomadas de decisões e desde então :
Clenir, Zeca, Chico, Miguel e Celso (participantes do forasteiros desde o primeiro jogo), quando o assunto é meio controverso decidem por todos. Clenir e Zeca, são eméritos (já saíram do time e voltam eventualmente devido a amizade e gosto pelo ambiente). São bem tratados e ouvidos sempre.
Cardeais Bispos

Arcebispo
Bispo Auxiliar
Logo se viu que tínhamos um Arcebispo: Ademar, veio logo depois mas com grande influencia e também procurando colaborar sempre, apesar de na época ser muito mais "Azedo", inclusive tínhamos um troféu anual do mais azedo e ele ganho algumas vezes (e brigava quando ganhava).

Foi também classificado os Bispos, os que vieram logo depois e começaram a influenciar as decisões dos cardeais, hoje ainda temos de Bispos mais antigos o, Feck, Léo, Geraldo (saiu, voltou, saiu, voltou), Maninho. Estes mais por antiguidade apesar de prestarem grandes serviços.
A partir dai os Bispos não mais são por antiguidade, apesar de que para ser um no mínimo tem que ter  4 anos de Forasteiro, e sim por participação, engajamento, colaboração e que não tenha um perfil egocêntrico, o que dificultaria até a permanência, é verificado a vontade de estar no grupo a alegria de permanecer e naturalmente vai se começar a notar e os próprios Cardeais e Bispos
mais atuantes vão começar a reconhece-lo.
Diácono são aqueles que entram e logo se mostram com vontade e determinação de influenciar e fazem a bem de todos sem prepotência, hoje temos alguns que facilmente todos podem identificar.
A entrada neste mês de vários integrantes fez com que eu, trouxesse novamente esse assunto de uma forma tranquila e engraçada, pois nada é levado a ponta de faca, pois temos nosso Presidente Ademar (eleito) e a diretoria (Helvio e Sergio) com a colaboração de todos, abaixo vamos definir dentro da Igreja católica o que é cada titulo para que você possa tratar um paralelo.
Diáconos

Cardeal: Conselheiro do Papa
Arcebispo: comando de uma grande Arquidiocese tipo POA, Salvador.
Bispo: Comando de uma diocese (menor que Arqui)  ex  (Santa Maria até pouco tempo, agora é Arqui)
Bispo Auxiliar: è o segundo na Diocese
Bispo Coadjutor: é o terceiro
Monsenhor: é um padre com titulo de conselheiro dos Cardeais e até mesmo do Papa.
Diácono: auxiliar do padre ou faz quase tudo que um padre pode fazer.
Coroinha: esta entrando e aprendendo com os outros.

Postar um comentário

Arquivo do blog