NOSSOS BLOG'S

BLOGS: * das Xerifas - FORASTEIROS: * Tradição
Aqui, quando mortos, viveremos, quando mudos, falaremos.

segunda-feira, janeiro 31, 2011

Celso e Paulo conquistam 1º campeonato do ano.

Numa noite ainda muito quente, apesar de mais amena que nos dois dias anteriores, com quórum quase perfeito e pontualidade, desta vez, "gauchônica" (mistura de seriedade gaúcha com pontualidade britânica), foi realizada a 4ª rodada do ano e a última do mês de janeiro. Com mais uma vitória, o Celso e o Paulo sagraram-se campeões do mês de Janeiro de 2011 (Tabela da classificação abaixo)

O jogo: Desta vez as escalações indicavam que o jogo seria muito parelho. Antes do jogo começar, esperava-se que quem vencesse, venceria por uma diferença mínima. Mas, mais uma vez a teoria foi pra cucuia. O time Azul, que foi mais determinado, se acertou melhor em quadra e acabou aplicando a primeira goleada do ano - 15x7, contou com a boa presença do Feck no gol, que fez grandes defesas, do Léo, que já consegue render mais e ajudou a fechar a defesa, do mestre Celso, que desarmou e armou com muita eficiência, do Paulo, que jogou mais uma vez pela quadra toda, ajudando bem a defesa e dando suporte ao ataque, inclusive marcando gols importantes, do incansável Chico, sempre eficiente e cada vez mais goleador, do oportunista Miguel, que se não voltou pra ajudar a defesa em todas, foi a referência do time na frente e continuou empilhando gols, e do tranquilo e polivalente Sérgio, que se adapta a todas as funções e fez também seus gols. O time Laranja, com jogadores de qualidade e um time forte, contou com o Luiz, que tem ido bem no gol mas que rende muito mais quando joga na linha, do Maninho, que se movimentou muito e, apesar de fazer 4 dos 7 gols do seu time, sofreu também com o desentrosamento, do Beto, que não conseguiu ser desta vez o homem da surprêsa no ataque, não conseguindo achar espaço para sua movimentação nem marcar seus costumeiros gols, do Gilnei, que ainda está em fase de entrosamente com a turma e necessitando concertar a pontaria, do Ademar, que fez um belo gol mas que não conseguiu acertar uma posição para jogar e render mais, e do Valdemar e do Hélvio, que correram, se esforçaram, mas não conseguiram achar uma referência na frente para desenvolver as suas jogadas, nem espaço para bater em gol. No mais, num jogo parelho como deveria ter sido este, o contra-ataque foi mortal. Armar um ataque sem se preocupar com o contra-ataque do time adversário vira, via de regra, em gol contra. As palavras chaves nesta hora são: posicionamento e atenção.
Ficha Técnica: Time Azul 15 x 7 Time Laranja
Time Azul (15): Feck, Léo, Celso (2), Chico (4), Paulo (3), Miguel (4) e Sérgio (2).
Time Laranja (7): Luiz (1), Maninho (4), Beto, Gilnei (1), Ademar (1), Valdemar e Hélvio.
Anotadores: Reservas de plantão.
Nota 10: Clenir.
Xerifas presentes: Beatriz, Cláudia, Marlene, Marli, Sandra Gomes, Sandra Scherer e Sônia. Desde já fica aqui o convite para a Janete, espôsa do Gilnei, para que compareça e confraternize com as demais xerifas.
Demais presentes: A menina Luana, convidada do casal Sérgio e Sandra Scherer, a filha Bruna, o Gustavo Ballin e amigo Matheus, o Alexandre Gomes e a Gabriela, neta do casal Clenir e Marlene.
Assunto do dia: Na verdade foram dois. O passeio da turma, previsto para o mês de março na Pousa Vô Arthur, na cidade de Barra do Ribeiro (fotos abaixo)e a aprovação do nome do Milton, convidado do Léo, para ingressar no time dos Forasteiros.
Frase: desta vez não tem frase mas uma informação. Anotem aí o e-mail e telefone do Gilnei: gilneimz@hotmail.com - Telefone: ver na tabela dos jogos que enviarei posteriomente, via e-mail.

FOTOS DA POUSADA VÔ ARTHUR - BARRA DO RIBEIRO/RS.







quinta-feira, janeiro 27, 2011

Aleluia: habemus quórum!

Finalmente, na 3ª rodada, apareceu a fumaça branca. Como nos bons tempos, chegou à ser de luxo o quórum do dia.
Ainda bem, pois "tava" tão ou mais difícil dar quórum na hora do jogo iniciar do que ser definido o nome de um novo Papa em filme americano. O negócio agora é torcer para que a presença continue assim pra melhor.
Mas também foi só isso, pois o início do jogo foi aquela coisa. Atrazado pra mais de metro. Ou seja, pra mais de 10 minutos. Depois reclamam quando o André termina o jogo no horário previsto. Temos é que deixar de "amorcegá" na hora de definir os times, se fardar e se posicionar em quadra. É um descompromisso com o horário e uma lerdeza de doer. Ou estariam filosofando enquanto se fardam? Pelo cheiro, não!
Mas tudo bem. Vamos comemorar o quórum. No mais, a gurizada é nova e um dia ainda chega lá.

O jogo: Mais equilibrado, com alguma manifestação teórica da superioridade do time Verde, que no início até fez por merecer, mas que não só não se confirmou durante o trascorrer do jogo como foi, durante parte do tempo, totalmente dominado pelo time Laranja.
No início o time Verde abriu uma certa vantagem no placar, especialmente pelas boas jogadas do Maninho e do Paulo e pela forma coletiva de atuar do Miguel e do Chico. O Feck, que no fim garantiu o placar com boas defesas, teve um início tranquilo e sem maiores sustos, diferente do sufoco causado pelas jogadas aéreas patrocinadas pelo Ildo.
Pois foi com a entrada do Ildo no gol e do Luiz no ataque, que jogou um partidaço, que o time Laranja reagiu e ganhou mais movimentação, criando espaços bem aproveitados pelo Beto, Valdemar e Ademar. O Clenir, que jogou mais fincado, cuidando dos contra-ataques dos Verdes, e o Gilnei, em "testes", jogaram simples e ajudaram o time a manter o seu equilíbrio.
No time Verde, nem a entrada do Celso, que normalmente traz mais força para o time que joga, nem a entrada do Léo na defesa, evitaram que o time Laranja virasse o jogo e chegasse a uma diferença de 3 gols à favor. Tiveram que se esforçar muito para conseguir encostar no placar e terminar o jogo empatados.

Ficha Técnica: 3ª rodada - Dia: 25.01.2011 - Local:No PLANET SPORT FUTSAL - Hora: 20 e lá vai pedrada - Laranjas 8 x 8 Verdes.
Laranjas (8): Ildo, Clenir, Gilnei (1), Beto (1), Valdemar (1), Ademar (1) e Luiz (4).
Verdes (8): Feck, Maninho (4), Paulo (3), Chico, Miguel, Celso (1) e Léo.

Anotadores: Reservas de plantão.

Tema do dia levantado e à ser discutido - inclusão de mais atletas no grupo:
Argumento: Se não quisermos ter problemas de quórum, torna-se necessário substituir os parceiros Zeca e Nelson, que demonstram, pela falta de presença e comunicação, ou por manifestação, que não pretendem mais jogar, ao menos por enquanto. Também é necessário suprir a ausência dos Forasteiros Hélvio, Cao e Foguinho, que desejam jogar mas que encontram dificuldade em jogar mais de uma vez por semana, se não, na média, menos ainda.
Considerando estas ausências e a regular não participação do Clenir nas 6ªas, dia que pilota a churrasqueira para a turma, contamos, na verdade, com um grupo de apenas 15 atletas. São eles: Ildo, Eduardo, Feck, Luiz, Ademar, Beto, Celso, Chico, Léo, Maninho, Miguel, Paulo, Sérgio, Valdemar e o estreante Gilnei. Considerando compromissos, lesões e outros motivos que impeçam eventualmente de um de nós comparecer, não é de se admirar com a dificuldade encontrada na questão quórum. Acho que está na nossa vontade resolver esta questão.

Frase que define esta questão: Não quer jogar? Não quer participar? Não? Então dá uma de dente cariado! Cai da boca! (Frase, possívelmente, de Napoleão, referindo-se a sei lá o que - he!he!).

segunda-feira, janeiro 24, 2011

Pontualidade "baiana" e presença tímida marcaram 2ª rodada.

Primeiro, antes de mais nada, parabéns aos que compareceram. No mais...

A presença tímida de Forasteiros, Xerifas, familiares e amigos, e um quórum, que até aconteceu, mas que foi complicado, marcaram a 2ª rodada realizada na 6ª feira, 21.01.2011.

Para se ter uma idéia, até as 8 horas, horário do início do jogo, estavam presentes apenas 6 jogadores. As 8 e 5, 7. As 8 e 10, 8, as 8 e 15, 10, até, finalmente, as 8 e 20, fechar em 13, número final dos participantes do jogo.

Numa situação destas, imagino qual seria o diálogo de um Forasteiro saindo de casa "pro" jogo:
- Tem jogo hoje meu rei? - pergunta a bela Frô, sua esposa, companheira, mistura de gaúcha da fronteira com baiano de Salvador.
- Tem jogo sim minha Flô!, responde, não tão de pronto, se espreguiçando todo o ilustre atleta (Na verdade o nome é Frô. Mas é mais fácil dizer Flô. Tenta pra vê).
- Mais bah então tchê, meu rico, 'cê não vai não? Já são 8 (20) horas!
- Vô sim, meu dócinho de côco!
E se voltando pra ela depois de mais uma espreguiçada e uma braçada na piscina.
- Que seria di mim sem tu minha rainha! Póntualidadi é cumigu memo! Já, já vô arrumá minhas tralha e vô indo! A "despacito"!!! (???)

Brincadeiras à parte, este horário "baiano" só não é "pário" para o não comparecimento. O que está acontecendo? Vinte horas está sendo muito cedo para o jogo começar? Ou tem gente arregando ou sem tesão de jogar? Ou ambos? E aí vivente, qual é a tua? Vai continuar nesta ou vai te aprumar?

Ficha Técnica - 2ª rodada - 21.01.2011 - 6ª feira - Horário: + ou - 20 horas.

O jogo mais uma vez teve a arrancada de um dos times, o Laranja, que de cara abriu uns 4 gols de diferença pra cima do time Azul e garantiu a vitória por 10 x 8.
Laranja (11): Eduardo, Celso (3), Paulo (3), Valdemar (4), Gilnei (reestreando) e Sérgio.
Azul (8): Luis, Léo, Maninho (3), Beto, Miguel (2), Hélvio (2) e Feck. Mais um gol contra do time Laranja.
Anotadores: Hélvio, Sérgio, Feck e Léo.
Nota 10: Ademar, que teve que abrir mão de jogar para meter a mão no espeto. Foi o assador da noite, com sua esposa Rejane de auxiliar.
Presenças: As xerifas Rejane, Sandra Gomes e Beatriz, os netos Roger e Letícia do Beto e os filhos Alexandre Gomes e Karina Balin, esta com seu digníssimo namorado Vinícius. Ambos andaram se desafiando na mesa de snooke. Com a vitória de ... (resultado não informado).

sexta-feira, janeiro 21, 2011

1ª rodada - 18.01.2011 - Quadra renovada, quórum apertado e placar elástico.

Se, de um lado, tivemos como novidade a repintura da quadra e outros consertos no palco dos espetáculos, de outro, a rotina de quórum apertado e de jogo com momentos totalmente distintos se repetiram.
O jogo: Com apenas a presença de 11 jogadores, contando com a minha participação capenga (em todos os sentidos), o jogo começou com o time Laranja massacrando o time Verde, metendo uma diferença de 6 gols em apenas 12 minutos. Com a entrada do Chico em meu lugar, o time Verde conseguiu brecar a força do time Laranja e, aos poucos, com paciência, equilibrar o jogo, que terminou com o placar de 12x10.
Ficha Técnica - 1ª rodada - 18.01.2011:
Time Laranja (12): Feck (1), Maninho (3), Celso (5), Paulo (1) e Ademar (2).
Time Verde (10): Luiz (2), Léo, Miguel, Valdemar (2), Beto (3) e Chico (3).
Questão à ser discutida:
Após o jogo, levantei uma questão para ser discutida e que o pessoal presente concordou com a sua relevância: falo do tempo diferente existente entre as substituições, que tem causado protestos e descontentamentos. Normalmente quem inicia no banco é o mais prejudicado, mas nem sempre. O mais prejudicado pode ser o não fominha que, mesmo saindo por último, sai cedo do jogo.
Consideremos um jogo com um reserva:
> no primeiro caso, a primeira substituição demora à ser feita, a 2ª nem tanto, mas a 3ª e a 4ª, via de regra, acontecem quase que simultâneamente. No caso dos dois últimos demorarem à sair, o 1º deles à retornar práticamente não terá parado e o último, se achando no direito de retornar, vai pressionar o primeiro que ficou no banco a maior parte do jogo à sair. O correto é a saída do 3º, que praticamente não esquentou o baco e jogou a maior parte do tempo. É claro, que se o 4º à sair, sair no finzinho do jogo, o seu destino, se o time o dispensar, não é o banco, mas o chuveiro.
> no segundo caso, quando a 1ª substituição ocorrer cedo do jogo, o rodízio deve ser feito de tal forma que o 1º à entrar, mesmo que tenha iniciado no banco, deva ser o último à sair. Não é por ter iniciado no banco que a sua substituição não deva ocorrer, mas pelo maior tempo que jogou em relação aos demais.
É claro que existem outras variáveis, que acredito que o bom senso e o companheirismo podem ajudar à solucinar.
No mais, aguardamos com ansiedade o encontro de 6ª, que promete ser bastante animado.

terça-feira, janeiro 18, 2011

Ranking dos Forasteiros - de janeiro de 2007 à dezembro de 2010.

Um ranking, prioriza, principalmente, a quantidade de pontos e gols conquistados. Desta forma, valoriza a presença e a história do grupo. O que é justo e correto. Isto não siginifica que não possamos fazer uma análise considerando a qualidade do desempenho individual em si. Em razão disso, além da tabela do total dos pontos e da do total dos gols individuais, publicamos também a da média em relação aos jogos disputados.
Vale observar que os gols individuais só começaram a ser anotados a partir de julho de 2007. Da mesma forma o placar real da partida, que até então era anotado considerando a diferença de gols existentes no placar. Um jogo de 10x10 era anotado como 0x0. Um de 5x2, como sendo de 3x0. Logo, existe uma pequena desvantagem na média de gols totais e individuais feitos e uma pequena vantagem na média dos gols tomados para os atletas que jogavam naquela época, em relação à média dos que entraram mais tarde. Tanto que a média dos que jogaram, ou que jogam ainda hoje mas que jogaram a maior parte dos seus jogos naquela época, apresentam médias baixíssimas, tanto nos gols tomados, quanto nos gols feitos.
A análise deve ser feita com cautela. Apesar do critério de pontos ser o mais correto, pois só marca pontos quem joga, a análise do desempenho se torna importante para se ter uma noção melhor da eficiência de cada um. Desta forma, quem chegou à pouco e ainda não acumulou pontos, pode ter uma noção melhor de sua performance.

Tabela nº 1::A primeira tabela prioriza os pontos, e é a que vale no ranking. Nela, o Celso lidera, seguido pelo Chico, Maninho, Miguel e Beto.



Tabela nº 2: é a tabela dos goleadores. Pelo critério de gols marcados, o Miguel lidera, com o Maninho, o Chico, o Celso e o Foguinho vindo atrás.



Tabela nº 3: Tabela que leva em consideração o desempenho médio ao invés do total dos pontos. Nela, o Celso se mantém na liderança, seguido pelo Luiz, Cao, Ildo e Sérgio.



Tabela nº 4:Considera a quantidade média de gols marcados por jogo. Nesta modalidade de análise, o Miguel e o Maninho continuam ponteando a tabela, seguidos do Foguinho, do Luiz e do Chico, com o Cao se aproximando.

segunda-feira, janeiro 17, 2011

Fim da pré-temporada e grupo definido.

Com o reinício dos jogos amanhã, 3ª feira, 18.01, dá-se por encerrada a longa pré-temporada do grupo dos Forasteiros. Pré-temporada esta diferente das pré-temporadas feita pelos acomodados profissionais. Enquanto eles entram em forma para facilitar o desempenho em campo, sem tomar uma cervejinha, nem cair na balada, etc. (acredite se quiser), nós entramos em má forma para encontrar mais dificuldades e transformar num verdadeiro desafio o ato de correr atrás da... daquele pedaço de couro... hã... isso...da bola. "Pelamordedeus" André! Vê se da próxima vez arruma uma pré-temporada mais curta e menos cansativa. Tem gente que não aguenta mais de tanta cervejada e churrascada. Olha só o depoimento do Feck e os comentários do Celso: com certeza são depoimentos que representam muito o estado de ânimo em que a maioria de nós nos encontramos. Com os nervos em frangalhos, não vendo o tempo passar para nos reencontramos com os nossos maiores fãs e nossa qualificada torcida. Ou seja: com nós mesmos - nosso querido e eclético grupo de Forasteiros, nossas queridas Xerifas, nossos familiares, amigos e convidados.

O grupo, de 21 atletas, que deverá iniciar a temporada de 2011 está assim composto:
Ademar, Beto, Cao, Celso, Chico, Clenir, Eduardo, Feck, Foguinho, Hélvio, Ildo, Léo, Luis, Maninho, Miguel, Nelson, Paulo Pires, Sérgio, Valdemar, Volnei e Zeca.
Desejamos e esperamos que todos possam participar o máximo possível dos jogos e, quando não, que possam comparecer aos encontros e dar o prazer da companhia. Que as lesões não aconteçam ou, se acontecerem, que sejam levíssimas, que as divergências sejam fácilmente resolvidas e que os encontros e eventos sejam realizados com alegria e sucesso.

No mais, um bom ano para todos nós. Que tenhamos uma ano feliz, divertido e de crescimento. Que saibamos conviver em grupo, praticando a amizade e o companheirismo. Com paciência e tolerância, sempre que necessário for.

sexta-feira, janeiro 14, 2011

SEXTA FEIRA VAZIA

Sem nosso futebolzinho de todas as semanas a sensação é esta,mais uma sexta-feira vazia, assim como foram as terças também. Minha mente está cheia, é muita televisão, com isto muita desgraça, nossa !!! É uma enxurrada de desgraça. Parece que quando se joga não tem tanto. As novelas parecem boas, mas é só assistir alguns capítulos e percebe-se que são as mesmas murinhas que assisti no passado, quando não se tinha muita coisa para se fazer.
Durante as sextas que ficamos sem jogar, não teve um Globo Reporter que prestasse
Com a turbulência do dia a dia, a gente no meio da multidão se sente só, parece que sempre está faltando alguma coisa.
Mas semana que vem esta angústia passará, os artistas e os espetáculos estarão de volta, o circo deverá estar armado, semana que vem tem show e se Deus quiser eu estarei lá e espero que tenha quorum.

segunda-feira, janeiro 10, 2011

TEMPORADA 2011

Conforme comunicado do André o ginásio reabre no dia 17.01.2011, nossa primeira rodada portanto fica para o dia 18.0l.2011.

domingo, janeiro 09, 2011

HOMENAGEM AOS MICOS DA DUPLA EM UMA SÓ IMAGEM

INICIAR 2011 COM POLÍTICA : VOU SER MULTADO

"O PT não gosta de privatizações. Gosta que tudo esteja atrelado ao Estado, engessando-o. Foi assim com Lula, mas não deverá ser com Dilma, pois já no primeiro dia do mandato ela disse que o Brasil precisa que os aeroportos passem à iniciativa privada. Quem diria! Mas, se houver essa privatização, muitas outras virão, para desespero da companheirada.

Dilma quer ainda a abertura de capital da Infraero, e apóia as PPPs (Parcerias Público Privadas).

Dilma é uma técnica e por isso conhece números e sabe que tudo tem um custo. Sabe também que o governo precisa direcionar os recursos em obras e ações mais relevantes à população, sem perder o poder de fiscalização do que está nas mãos da iniciativa privada que apenas explora serviços.
Será que o PT está caminhando entre o socialismo e o neoliberalismo?"

- Retirei este texto de um recorte de jornal, encontrei na rua, não consegui identificar o jornal muito menos o autor, mais achei interessante trazer a baila.
- Baseado no texto acima, ainda ouviremos falar que os Balin viraram anti PT e veremos os Bertottos desfilando com uma banderinha vermelha com estrela amarela.
- Será que vale a pena perdermos preciosos minutos de nosso convívio, por causa da política partidária, se os caras que estão no poder mudam de idéia conforme sopra o vento ?

sábado, janeiro 08, 2011

Léo e Feck vocês são "os caras"

Manter um blog ativo é complicado, nem sempre temos assunto, nem sempre temos vontade de escrever, no meu caso tive problemas pessoais e também de lesão o que me deixou longe das quadras e dos assuntos, porém alguém tem que escrever.
A vontade brota, vamos para o computador, começamos a escrever, lemos e o resultado não é muito bom, tentamos de novo, fraco e então por vezes desistimos.
O trabalho do Feck de relato dos fatos é muito importante para a continuidade foi ele em primeiro plano que em 2010 manteve as noticias em dia e a curiosidade dos leitores.
O léo foi o outro que também entrou quando necessário dando o tempero e trazendo a polêmica para a roda e nestes últimos relatórios se superou, trouxe toda a pesquisa para o blog, com comentários, isto é muito importante e deve ser reconhecido por todos, mesmo os que não gostam do blog.
Felicito estes dois companheiros Léo e Feck e peço ânimo para 2011 aos nossos ilustres colaboradores

segunda-feira, janeiro 03, 2011

Retrospectiva 2010/Final - NOTA 10

No ano de 2010, o Troféu Nota 10 foi vencido pelo Chico, repetindo o feito realizado em 2008. Para lembrar, em 2007, o Troféu foi vencido pelo Beto, e em 2009, pelo Feck.
O Troféu Nota 10 é o ranking que informa a efetiva presença dos Forasteiros nos dias dos jogos de Futsal. Ao meu ver, se não a principal, uma das principais formas de se valorizar o grupo dos Forasteiros, pois representa a alma, o verdadeiro espírito de companheirismo do nosso grupo.
Ele prioriza a presença do sujeito, independente da participação dos jogos em si. Existem outras formas de se valorizar o grupo, mas que ocorrem já a partir da sua existência. Antes de qualquer outra atividade, é a presença, é a congregação do grupo que se faz necessária. E é a partir dela que nascem outros formas de integração e amizade entre as pessoas do grupo e seus familiares. A presença nem sempre é possível. Mas, quando o for, não seria saudável para a existência dos Forasteiros, se nem um esforço e nem uma certa prioridade lhe fôsse dada. É ela que faz o grupo existir.
Claro que é importante e imprescindível a existência de gente suficiente no grupo para completar dois times. Lesões e compromissos são coisas que acontecem e que temos que prever. Somente com o número certo de pessoas que poderemos realizar a principal atividade que nos propusemos a realizar nos nossos encontros: jogar futebol. Isso sem desvalorizar a importância da cerveja e do churrasco. Sem a quantidade certa para jogarmos nossas peladas, o grupo se desgastaria e possívelmente se dissolveria. E não adianta querer apelar para a presença dos cones. Eles não jogam um ovo.

FOTOS DOS FORASTEIROS NOTA 10 de 2010
Na 1ª, da esquerda para a direita, o multicampeão Celso (2º - 94,85%), abraçado ao "seu" Júlio, amigo que sempre nos alegra quando presente nos nossos encontros e promoções, o agitado Maninho (2º), num momento zen, o "bodegueiro" Chico (1º - 96,91%), do lado preferido do balcão, o alegre Miguel (5º - 88,66%), fazendo um dos "trocentos" brindes da semana, o "engauchado" Hélvio, atleta do grupo, comentarista do blog, nem tão presente mas que tem mantido, apesar de problemas físicos e de saúde, uma boa frequência (13º - 69.07%), e o Ademar (4º - 90,72%), que procura, mesmo em dias de compromisso, estar o máximo possível presente aos jogos. O que muito alegra aqueles que gostam de um bom agito. Entre os quais me incluo. Duplamente.
Na outra foto, temos o carismático Valdemar (5°- 88,68%), contador do time e o mais titular dos reservas do ano. O que tem chegado de atrazado nos jogos já é um record. Em razão de compromissos, claro. O importante é que tem chegado sempre. Aliás, como diria meu amigo Feck, o que homem chega não é brincadeira. Tem gente querendo imitar, mas tem muito chão prá chegar lá.

Restrospectiva 2010/4 - Goleadores e Rendimentos

O goleador de 2010 foi o Chico, que, se não é uma surpresa pela sua condição de goleador, demonstrada especialmente na boa classificação alcançada na tabela de goleadores dos outros anos, o é por ter superado os líderes do ranking nesta modalidade: Maninho (2007) e Miguel (2008/2009).

Se olharmos a tabela que dá a média de gols individuais feitos por partida, teremos uma surpresa maior, pois o contestado Foguinho aparece aí com a melhor média. Deixando para trás todo mundo. Realmente tem feito gols de tudo que é jeito. Isso que tem perdido alguns incríveis. Se tivesse conseguido participar de mais jogos, poderia ter disputado com mais chances o título de goleador do ano. O Hélvio, nosso principal comentarista, poderá analisar com mais profundidade este e os próximos números.


APROVEITAMENTO/PRODUTIVIDADE
O aproveitamento do Celso já foi comentado no artigo anterior. Não foi por nada que venceu com boa margem de pontos o campeonato de 2010. O que é interessante observar, é a classificação neste item em relação a classificação por pontos. É o caso do Luis, que aparece somente em 16º lugar na tabela por pontos corridos e é 2º na tabela de aproveitamento. Isto se explica pela entrada tardia dele no grupo de Forasteiros. Fez poucos pontos em relação à maioria dos adversários, mas, proporcionalmente às partidas jogadas, teve uma ótima performance. Iniciando 2011 em igualdade de condições com os demais atletas, deverá, baseado nestes números, ser um forte concorrente ao título. Este também é o caso do Ildo, que aparece em 12º na tabela de pontos e é o 4º por aproveitamento, e do Foguinho, que é o 10º por pontos e o 3º em aproveitamento.


RENDIMENTO PARA A EQUIPE
Na tabela que apresenta o rendimento do atleta pela sua equipe, no que se refere a gols feitos e sofridos, temos uma novidade e duas confirmações. Como novidade temos o Luiz, como sendo o atleta com o melhor índice de gols feitos por partida pela equipe que atuou. Como confirmação, o Ildo, que mais uma vez apresentou o menor índice de gols sofridos pela equipe que atuou, e o Celso, que está classificado em 2º nas duas modalidades, mais uma vez demonstrando que não foi por acaso os títulos por ele conquistados em 2010.

Retrospectiva 2010/3 - Campeonato 2010


Depois de 97 rodadas, das quais, quem mais jogou, jogou 94 partidas (Chico), e quem menos jogou, jogou 11 partidas (Zeca), o campeão foi aquele que acumulou o maior número de pontos nos jogos que disputou. E mais uma vez deu Celso, que emplacou um Tri-Campeonato (2007, 2009 e 2010). E venceu com todos os méritos, pois, além de ter feito o maior número de pontos (175), fez também a melhor média de pontos sobre os jogos disputados (1,90 pontos por partida)

Retrospectiva 2010/2 - Torneios Trimestrais


Foram disputados durante o ano de 2010, paralelamente ao Campeonato Anual e os campeonatos mensais, 3 torneios trimestrais. Tivemos 2 campeões e 3 vices diferentes:
Torneio Início (Janeiro/Abril - Campeão: Maninho - Vice: Celso.
Torneio Outono/Inverno (Maio/Agosto) - Campeão: Celso - Vice: Foguinho.
Torneio Primavera/Verão (Setembro/Dezembro) - Campeão: Celso - Vice: Miguel


Retrospectiva 2010/1 - Campeonatos

O campeonato dos Forasteiros 2011 teve 12 etapas mensais, em que se sagraram campeões os seguintes atletas:

sábado, janeiro 01, 2011

Arquivo do blog