NOSSOS BLOG'S

BLOGS: * das Xerifas - FORASTEIROS: * Tradição
Aqui, quando mortos, viveremos, quando mudos, falaremos.

domingo, julho 15, 2007

O jogo mais murrinha de todos os tempos

A ultima terça feira dia 10 nossa equipe protagonizou uma perigosa apresentação de “ranço”, “impaciência”, “falta de coleguismo por parte” de alguns, que transformaram um jogo de amigos em mais uma contribuição para o stress do dia a dia , uma equipe feita de trabalhadores que tem na reunião semanal uma fonte de escape contra as incomodações do dia-dia tem que cultivar compreensão. Competir é tempero o participante que quando o time esta ganhando , tudo bem , e quando esta perdendo sai fora do jogo,tem que ser repensado esta situação. Esta questão do “apito” esta ficando séria, porque só vale o que eu penso do lance e o que todos outros vêem não importa, saber reconhecer que posso não estar sempre certo e que esporadicamente erro é nobre sei que é difícil acatar que podemos estar errados, mas ninguém é certo sempre. A questão do tempo que se joga, mais ou menos, até a bíblia no novo testamento abdicou do olho por olho, e como estamos entre amigos é melhor conversar e resolver depois, uma situação de desfavoreci mento de tempo de jogo, do que aplicar a lei do velho testamento. “Desde que entrei nos forasteiros notei que a brincadeira era a tônica e que tinha que me adaptar, alguns mais outros menos, não posso achar que sou uma ilha e não aceitar, se sou vidraça hoje é porque da mais ibope” é porque estou mais em evidencia naquele jogo em outro posso não ser. Sem brincadeiras acho que morre uma parte da personalidade dos forasteiros, digo isso, porque não pode ser motivo de ranso o eventual “pegar no pé” isso demonstra até carinho para com aquele colega.
Postar um comentário

Arquivo do blog