NOSSOS BLOG'S

BLOGS: * das Xerifas - FORASTEIROS: * Tradição
Aqui, quando mortos, viveremos, quando mudos, falaremos.

sábado, setembro 26, 2009

SEMANA FARROUPILHA

Com a patronagem do Senhor Celso acompanhado de sua esposa Dona Claudia inauguramos mais uma etapa na história dos forasteiros, agora com segmento cultural o piquete dos forasteiros. Na persistência e na garra e a liderança do Patrão conseguimos dar amostra que somos bem mais que um time de futebol e o que nos une é o sentimento de irmandade, até mesmo nas discussões do dia-dia, um dos piquetes com maior fluxo de pessoas no parque Assis Brasil com média de 40 pessoas e no sábado com quase cem pessoas, o freezer sempre lotado de cerveja e a churrasqueira com a brasa esperando a carne.
A festa foi surpreendente o sucesso superou as expectativas, as esposas sempre em grande numero, algumas que estavam à margem se viram como protagonistas e outras que já assíduas, não disfarçavam o orgulho. Senti-me como nos meus tempos de patronagem de CTGs, no inicio poucos de bombachas e no final muitos já usando destaque para Celso, Miguel, Sergio, Ildo, Helvio,e até mesmo o Maninho pilchado. Iluminada estava minha prenda a Sandra, sem demérito as demais, mas estava linda no vestido de prenda tradicional da mulher gaúcha, e com flores no cabelo, outras aderiram a bombacha feminina e a Dona Marli do Miguel num bonito Xiripá.
A bebida sempre a disposição e nunca faltou, agradecimento especial ao Foppa que patrocinou duas caixas de cerveja. O principal dia foi o sábado véspera do dia 20, tinha tanta gente no piquete que alguns forasteiros para conversar tranquilamente, tiveram que ir para fora do piquete, como as fotos mostram. A noite terminou somente na madrugada com o baile oficial e os forasteiros presentes. Miguel no dia 20 numa justa e emocionante homenagem, presenteou o Celso com a Cruz de Lorena numa corrente para o pescoço, lagrimas brotaram nos olhos do patrão que tentou se conter, alguns do piquete não conseguiram, segurar. Logo após se lançou o forasteiros cultural, que desde já sugiro o Celso como o nome a coordenar este projeto, sei que outros tem condições de liderança e até mais tempo talvez, mas neste caso o conhecimento e o carisma fala mais alto e o Celso daqueles que tem o jeito para a coisa, resume estas condições além de ser uma pessoa tranqüila e que sempre nos representara com garbo e elegância e com Zé Cláudio e Noel Guarani na garganta.
Além dos citados estiveram ainda: Cao e esposa, Paulo, Zeca e Angela, Sandra esposa do Sergio, Rejane, esposa Ademar, Eduardo e a Cristina, A mãe do Clenir, Foppa, Ana esposa do Foguinho, Léo e família, Rosa esposa do Chico, Rosa esposa do Ildo, Valdemar e Dona Salete que estiveram todos os dias, Beto, Feck e dona Sônia. Peço desculpas aos filhos, netos, parentes dos forasteiros que não citei, bem como agradeço inúmeras visitas de amigos dos forasteiros.
Postar um comentário

Arquivo do blog