NOSSOS BLOG'S

BLOGS: * das Xerifas - FORASTEIROS: * Tradição
Aqui, quando mortos, viveremos, quando mudos, falaremos.

sexta-feira, julho 23, 2010

56ª Rodada - 20.07.2010 - No dia do amigo, resultado exagerado.

Mais uma vez o desânimo, combinado com todo o "leite" dado pela equipe vencedora, foi responsável pela virada de um placar de 2 x 5 para um exagerado 17 x 7.
O jogo começou com a equipe Laranja desmontando a defesa do time Verde com chutes potentes de média distância. Quem conhece a qualidade dos chutes do Maninho, do Miguel e do Ademar sabem do que estou falando. Não tem como segurar. O primeiro gol, que saiu de uma cobrança de escanteio, foi uma pintura. Sem pulo do Beto, no cantinho, sem chances de defesa para o Feck. Os demais gols do time Laranja, do início do jogo, tiveram a sua origem em chutes do meio da quadra. Enquanto o time Verde não conseguia marcar a jogada e ganhar o rebote, a equipe Laranja abriu fácil um 3x0, chegando a um aparente e tranquilo 5x2. A reação do time Verde iniciou a partir da marcação destas jogadas. As más linguas dizem que a reação iniciou depois de um gol feito pelo Léo numa falta onde ele, pasmem, teria "exigido" que o Miguel saísse da frente. Exagero. Pedir para o cara da barreira, no caso o Miguel, ficar na distância correta de 5 passos, ao invés de míseros 2 passos e meio, não é exigir nada além do que a regra determina. Além do mais, nesta hora, o time Verde já estava com no mínimo uns 12 gols. A verdade é que o time Laranja desanimou a partir da nova postura de marcação do adversário. Com as defesas e saídas de bola do Feck, com a armação e postura defensiva do Léo, com a agilidade e antecipações precisas do Celso, com a habilidade e combatividade do Luiz, com a velocidade e voluntariedade do Chico e com os chutes e a capacidade de goleador do Foguinho, o time foi se impondo, dominando o jogo e, somado ao desânimo do adeversário, venceu do jeito que venceu. Como diria o Hélvio após uma vitória dessas, foi repetido por todos os atletas da equipe vencedora: gostei do jogo.
No mais, o Chico resolveu testar uma nova maneira de soltar os "gurumilhos" presos nos pulmões: "aparou" no peito um chute do Léo que não foi brincadeira. Nesta 6ª poderemos conferir se a "experiência" rendeu. Se a bola bate na cabeça de "alguns que outros", não sei não. Possívelmente teríamos que comprar uma nova.

FICHA TÉCNICA:
VERDES (17): Feck, Chico (4), Léo (1), Luiz (6), Foguinho (4) e Celso (2);
LARANJAS (7): Eduardo, Ademar, Beto (1), Maninho (2), Miguel (4)e Valdemar.
Postar um comentário

Arquivo do blog