NOSSOS BLOG'S

BLOGS: * das Xerifas - FORASTEIROS: * Tradição
Aqui, quando mortos, viveremos, quando mudos, falaremos.

domingo, julho 25, 2010

57ª RODADA - 23.07 - Jogo disputadíssimo com final eletrizante.

Jogo com etapas bem distintas de produtividade. No início, o time Verde se impôs e abriu um folgado 4 x 0. Parte pela boa movimentação, parte pelo excepcional aproveitamento nas conclusões, parte pela dificuldade do time Azul em converter em gol os seus ataques, principalmente pela grande atuação do goleiro Feck.
O placar do jogo foi aberto pelo Maninho ao interceptar um passe curto do Eduardo. Placar de 1x0 que permaneceu até mais ou menos os 30 minutos de jogo. Depois fez mais 3.
No time Azul, o Ildo evitava que o placar fôsse ainda mais elástico, o Léo não acertava um chute à gol, o Eduardo, grande goleiro, sentia dificuldade em desempenhar a função de pivô, e o Chico e o Beto, ambos com muita movimentação, paravam nas defesas do Feck. A mesma dificuldade encontrada pelo Miguel, recuperando-se ainda de uma lesão e sentindo ainda os efeitos da quadra sobre a sua forma de jogar. O time começou a ter um comportamento melhor a partir da entrada do Luiz.
O time Azul jogava bem, tendo nas defesas do Feck, no toque de bola do Zeca, na movimentação do Maninho, do Celso e do Paulo o contrôle do jogo. Com as entradas do Hélvio, do Foguinho, autor de 1 gol quando o jogo estava empatado em 4x4, e do Valdemar, a postura continuou a mesma e o domínio também.
Se de um lado o placar de 4 x 0 era justo para o time que converteu em gol as suas oportunidades, de outro não refletia o que era o jogo. Percebendo isso, o time Azul não desistiu e começou a jogar com mais vontade ainda. E o resultado da pressão logo começou a aparecer. Roubada de bola e o Luiz, finalmente, conseguiu furar o bloqueio do até então invicto goleiro Feck. Era o 4 x 1. Parece que foi a deixa para que o Chico, autor de 2 gols, e o Beto, autor de 3 gols, começassem a converter em gol as chances criadas. E mais uma vez o Beto foi responsável por um golaço. Bola roubada no meio, carregada no peito pelo meio da quadra, ameaça de passe para os lados, o meio se abre e lá foi o chute, no canto, indefensável. Com o jogo empatado veio o gol do Foguinho (5x4) e mais uma vez a confiança de vitória para os Verdes. Mas os Azuis não se renderam e já no finzinho do jogo, em dois contra-ataques, fez 2 gols e deu números finais ao placar: 6x5. Conforme narração apresentada pelo Hélvio na postagem anterior.

Ficha Técnica:
Time Azul (6): Ildo, Léo, Beto (3), Chico (2), Eduardo e Luiz (1);
Time Verde (5): Feck, Zeca, Maninho (4), Celso, Paulo, Hélvio, Foguinho (1) e Valdemar.
Mesa de anotação: Betinho.
Nota 10: Ademar, Clenir e Sérgio.
Xerifas: Sandra (Hélvio), Sônia, Marlene, Salete, Ângela e Fabiana (Luiz).
Crianças: Gabriela, Eduarda, Alexandre e Marcos Vinícuis.
Postar um comentário

Arquivo do blog