NOSSOS BLOG'S

BLOGS: * das Xerifas - FORASTEIROS: * Tradição
Aqui, quando mortos, viveremos, quando mudos, falaremos.

sábado, agosto 14, 2010

Sexta-feira 13 de agosto, uma noite de alegria.

Esta data que contém uma mística, me reservou uma grande alegria, situação passada por outros forasteiros, Feck, Celso, Chico entre outros e foi a falta de atletas (apresentaram-se somente oito), que fez com que o Diego atuasse no gol de uma das equipes(laranja) e que meu filho, Alexandre fosse convocado a atuar de Azul ao meu lado, pela necessidade e pela bondade dos cardeais e bispos que o convidaram.
Tenho 44 anos e pela diferença de idade com o Alexandre e porque no forasteiros é difícil que se possa um menino tão jovem (11) jogar e eu tenha mais um(1) ou (2)dois anos de atividade futebolistica (tenho tido várias, pequenas lesões), também é perigoso (machucar o menor) e por outro lado ele pode desequilibrar, o que acontece até mesmo quando eles atuam no gol (lembre o Mauricio do Celso e o Diego do Ademar) , não esperava poder jogar junto com ele, de forma um pouco mais competitiva, nos Forasteiros.
Foi uma grande experiência, vi ele fazer coisas que não faz entre os colegas de idade (tocar rápido e marcar), também confirmou sua principal virtude, a do gol, fez cinco, de belas feituras, três com chutes de média distancia, bem colocadas nos cantos, um de velocidade, antecipando um escanteio, e outro por cobertura na saída do goleiro Diego, mostrando belo discernimento da jogada, foi uma grande atuação, que quase nos deu a vitória não fosse nosso cançasso final, porém o empate foi um troféu e eu gostei muito do jogo.
O Alexandre há muito tempo gostaria de ter esta oportunidade, pois bem ele teve e aproveitou, ele sabe que serão raríssimas, mas a simples vontade me deixa orgulhoso por ele valorizar um jogo em que eu participo, muitos poderiam desdenhar, para ele foi um troféu. E posso dar o testemunho, ele não parou de falar depois, sobre a jornada.
Peço desculpas aos leitores por trazer um sentimento pessoal, mas minha intenção é marcar este belo acontecimento, pois de agora em diante não teremos mais uma primeira vez. Agradeço mais esta alegria que só o Forasteiro me proporcionaria.
Postar um comentário

Arquivo do blog