NOSSOS BLOG'S

BLOGS: * das Xerifas - FORASTEIROS: * Tradição
Aqui, quando mortos, viveremos, quando mudos, falaremos.

domingo, março 08, 2009

Tupanciretã

Agradeço ao Léo o esforço e a brilhante pesquisa digna de qualquer tupanciretanense sobre a minha terra natal, o que me remete a ela com alegria e muita saudade.
Tupanciretâ é um pequeno município como relatado e com tendência a diminuir a sua população pois os jovens estão procurando novos rumos e oportunidades, como meu pai fez no janeiro de1970, la se vão 39 anos, já teve 26.000 habitantes, hoje menos.
Nos anos 70 a cidade foi muito marcada pelo frigorífico da “Serrana” uma cooperativa, abatiam-se 1400 reses por dia e era o maior da América latina empregando direta e indiretamente quase toda população ativa da época, era tão grande que tinha 5 andares o prédio, os bois subiam uma alta rampa (nem um se atirava de lá) e no quinto andar eram abatidos, a carne era trabalhada para exportação, principalmente para os Russos, no fina dos anos 80 foi a falência devido ao seu tamanho e administração.
O time Tupanciretã é o GEPO (Grêmio Esportivo Pedro Osório) que joga no estádio Municipal Natálio Herter, fica próximo a estação ferroviária, que esta também nas fotos, o GEPO jogou a segunda divisão por longo período.
Tupanciretão é a terra onde Homem é homem e Mulher é mulher, com exeção do "chalerão" (comentarista do jornal local)
Postar um comentário

Arquivo do blog